A+ A-

Notícias

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Sistema FIEB celebra Dia da Indústria destacando ações do setor na luta contra o coronavírus

Indústria baiana sofre os impactos da pandemia e busca reinventar-se em meio à crise, além de se mostrar solidária à população.

A pandemia de coronavírus atingiu as empresas baianas e trouxe dificuldades diversas neste período de crise. A Indústria de Transformação registrou queda de 0,1% em março deste ano (acumulado dos últimos 12 meses), no primeiro mês de paralisação das atividades em função da virose. Mas os impactos ainda estão no campo das estimativas, que não são boas. O cenário que se configura é de queda no PIB baiano em 6,4%, maior desde 2003, e cerca de134 mil postos de trabalho eliminados em relação ao ano passado, de acordo com o relatório Estimativas dos Impactos da Epidemia do COVID-19, elaborado pela gerência executiva de Desenvolvimento Industrial da FIEB.

A disseminação da covid-19 impôs medidas de isolamento social que transformaram também a atuação das entidades que compõem o Sistema – FIEB, SESI, SENAI, IEL e CIEB. No entanto, em meio à pandemia, tanto o Sistema como as indústrias da Bahia buscaram formas de ajudar a população e de manter os seus negócios ativos.

Recuperacao de respiradores SENAI CIMATEC_640.jpg

Respiradores pulmonares estão sendo recuperados por uma equipe no, SENAI CIMATEC, em Salvador. Foto: Gilberto Júnior/Coperphoto/Sistema FIEB.

Para dar visibilidade a essas iniciativas, e marcar as comemorações do Dia da Indústria (25 de maio), a FIEB lançará uma página especial reunindo cases de superação, depoimentos e projeções para a economia do estado. O endereço é http://diadaindustria.fieb.org.br/. (estará disponível no dia 25.05)

Ações - O SESI, por exemplo, em parceria com sindicatos da indústria, realizou Blitz Covid-19 em mais de 100 empresas, reforçando ações de prevenção e orientando colaboradores quanto às melhores práticas de trabalho durante a pandemia. A entidade também vem realizando testes rápidos para a Covid em fábricas, vacinação antecipada contra Influenza e elaboração de planos para manutenção e retomada das atividades produtivas.

Blitz Covid Hari.jpg

Numa Blitz Covid-19, realizada pelo SESI-BA no Condomínio Têxtil, em salvador, o presidente do Sindvest-BA, Hari Hartmann, segura o termômetro para aferir a temperatura dos colaboradores. Foto: Jefferson Peixoto/Coperphoto/Sistema FIEB. 

Já o SENAI Bahia tem sido responsável pela captação, coleta e entrega dos respiradores pulmonares recuperados por uma equipe que atua no SENAI CIMATEC. A ação já possibilitou a entrega de mais de 100 equipamentos que passaram por manutenção. Ainda no CIMATEC estão sendo realizados testes PCR para detectar o vírus em trabalhadores da indústria. Cerca de 70 mil litros de álcool em gel e 20 mil máscaras face shield, produzidos no CIMATEC Park, em Camaçari, foram doados a unidades de saúde do estado.

A Federação vem promovendo a série Diálogos FIEB, com lives, na internet, que discutem temas estratégicos para o setor e a sociedade. E campanhas lideradas pelo Centro das Indústrias do Estado da Bahia (CIEB) e pelo Instituto Euvaldop lodi (IEL), entregaram cestas básicas e máscaras para instituições e comunidades da capital baiana. Cada cesta básica contou com 14 itens alimentícios, além de materiais de limpeza, como água sanitária e detergente.

creche mae nildete.jpg

Máscaras nos tamanhos adulto e infantil foram doadas à hospitais, por meio de campanhas lideradas pelo IEL e CIEB. Foto: Divulgação. 

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia, Ricardo Alban, explica que o momento é de união de forças entre organizações e pessoas que estão em busca de soluções. “Não estamos poupando esforços e atuamos em várias frentes, à exemplo da produção de EPI, tecnologia em testes rápidos e de PCR, protocolos para a indústria durante a pandemia de Covid-19, além de doações de respiradores, alimentos e máscaras”, afirma.

“Para nós é uma alegria receber doações que são resultado de uma grande mobilização de indústrias e empresários baianos, que assim como as instituições de saúde, estão vivenciando as duras consequências da pandemia, mas encontram coragem e solidariedade para se mobilizar em favor de quem muito precisa”, revela o gerente da Captação de Recursos do Hospital Martagão Gesteira, Felipe Feitosa. A unidade de saúde e outras instituições receberam máscaras de proteção facial, nos tamanhos adulto e infantil, adquiridas com recursos arrecadados pela campanha Bahia Contra a Covid-19, coordenada pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL-BA).