A+ A-

Notícias

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Rede de Prevenção da Incapacidade conhece novo portfólio do SESI

07112018VP075.jpg

 

Encontro reuniu representantes de 23 estados em Salvador para conhecer os serviços desenhados pelos Centro de Inovação SESI

 

Com a presença de representantes de 23 departamentos regionais do Serviço Social da Indústria (SESI), o Centro de Inovação SESI (CIS), coordenado pela Bahia, sediou reunião da rede de Prevenção da Incapacidade, nesta quarta-feira, dia 7.11. O encontro contou com a participação do gerente de Promoção da Saúde do SESI Nacional, Antonio Muzzi, e da coordenadora da rede, Viviane Macêdo, e foi realizado no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB). O superintendente do SESI Bahia, Armando Neto, fez a abertura do encontro, destacando a importância de se prover soluções inovadoras para a indústria.

 

 

O SESI Bahia responde nacionalmente pelo CIS de Prevenção da Incapacidade e pela construção do portfólio de serviços desta temática. Na reunião, que teve a participação de especialistas, técnicos e agentes de mercado dos DRs, a equipe do CIS atualizou os integrantes da rede sobre as ações realizadas e compartilhou as boas práticas e experiências dos DRs para, não apenas avançar na composição do Portfólio de Prevenção da Incapacidade, mas também abastecer a Plataforma SESI Viva +.

 

O encontro ocorreu em dois momentos distintos. Pela manhã, foi realizado um painel sobre Gestão de Afastamentos e Prevenção da Incapacidade na Era do eSocial e sobre a Plataforma do SESI Viva +. No período da tarde, realizou-se a apresentação Projetos e Ações dos DRs, bem como foram discutidas a abordagem de venda e negócio e o processo de gestão da inovação adotado pelo CIS e como a rede pode potencializar com oportunidades para projetos de inovação em seus DRs.

 

 

cis.jpg

A expectativa agora é que os integrantes operacionais da rede atuem como agentes de disseminação desta estratégia de atuação para as empresas, nas suas regiões, como explicou Antonio Muzzi. “Foi um encontro de muita importância, que vai levar todas estas informações para a ponta”, reforçou o gestor, destacando que este novo portfólio representa uma importante virada para o SESI em relação ao seu modelo de atuação.

 

De acordo com o gerente de Promoção da Saúde do SESI Nacional, a entidade está reposicionando sua forma de atuação com as empresas industriais. “O olhar do SESI passa a ser, a partir de agora, de gestão de vidas. Nosso foco é entender o comportamento do trabalhador, o seu estilo de vida, ações que possam realmente influenciar este trabalhador para que ele tenha uma qualidade de vida melhor”, pontua. A partir daí, o SESI estará preparado para oferecer uma série de dados para os empresários industriais com relação à segurança e saúde do trabalhador (SST), prevenção de acidentes e isso tudo no momento em que a empresa adere ao SESI Viva +. O objetivo é elevar a produtividade.

 

Muzzi também explicou que o portfólio estará embarcado na plataforma Viva+, permitindo que o SESI passe a oferecer, por meio dos seus CIS, uma série de soluções inovadoras com base nos estudos epidemiológicos e dados estatísticos disponíveis na plataforma. 

 

A coordenadora de Pesquisa Desenvolvimento e Inovação do CIS em Prevenção da Incapacidade, Lívia Aragão, explicou também que o encontro foi ainda uma oportunidade de apresentar aos integrantes da rede os serviços que estão inseridos na plataforma SESI Viva+ e sua interface com o e-Social. 

 

Luciana Menezes, coordenadora de operações do CIS na Bahia, lembra que as empresas sinalizam a falta de ferramentas para auxiliar o seu trabalho de gestão. E é isto que o SESI está desenvolvendo para contribuir para a gestão dos afastamentos e prevenção da incapacidade nos ambientes laborais.