A+ A-

Notícias

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Setor produtivo deseja sucesso ao governador Rui Costa e reforça agenda do desenvolvimento

O setor produtivo da Bahia deseja sucesso ao governador Rui Costa em seu segundo mandato. Sua reeleição, em primeiro turno, revela a aprovação da sociedade baiana. Vivemos momentos difíceis para o setor produtivo, que só serão superados com muito trabalho e diálogo permanente com as esferas públicas.

As empresas investem na melhoria de produtos e processos, mas da porta para fora problemas de toda ordem comprometem sua competitividade. Por estarem em uma região menos desenvolvida, os empresários baianos sofrem mais fortemente os efeitos da crise.

O setor produtivo baiano predispõe-se a atuar em conjunto com o Governo do Estado para a criação de um ambiente favorável aos negócios, o que inclui:

  • Convalidação e prorrogação de incentivos fiscais, como forma de atrair novos investimentos e de manter empresas – e empregos – na Bahia;
  • Avanço nas concessões de rodovias à iniciativa privada e fortalecimento das PPPs – Parcerias Público-Privadas;
  • Investimentos na infraestrutura de energia e portos para eliminar gargalos que prejudicam o desenvolvimento;
  • Estabelecimento de uma política de defesa da economia do semiárido baiano;
  • Fiscalização e pronto-atendimento à garantia constitucional de respeito à propriedade privada;
  • Racionalização da política tributária de modo a evitar qualquer elevação de tributos incidentes sobre a iniciativa privada;
  • Fortalecimento da política de ciência, tecnologia e inovação na Bahia;
  • Investimento em ações de preservação da Segurança Pública.

Sabemos que algumas dessas ações exigem tempo de maturação, além de eventualmente ultrapassarem a esfera estadual. A agenda da agropecuária, do comércio de bens, serviços e turismo e da indústria é ampla, como amplos são os desafios a serem superados no Estado.

Estamos prontos para construir, em parceria com o Governo do Estado, uma agenda positiva para a Bahia, que estimule o aumento do emprego, a formação de renda e a qualidade de vida da população. 

 

FAEB, Fecomércio-BA, FIEB