A+ A-

Notícias

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Sindicatos compartilham boas práticas em comunicação e relacionamento

Práticas bem-sucedidas em comunicação e em relacionamento foram compartilhadas por dois sindicatos de indústrias – um da Bahia e outro do Espírito Santo - nesta terça-feira (12.09), no evento Bate-papo Sindical, realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB). O evento é uma iniciativa do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), realizado em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O presidente do Simmefs, Luiz Kunrath, falou sobre as ações de aproximação com as indústrias do setor. Foto: Betto Jr. / Coperphoto / FIEB.

 

Na Bahia, o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Feira de Santana (Simmefs) tem apostado na aproximação com as empresas associadas. Para isso, o sindicato realiza visitas sistemáticas a associadas, para identificar demandas e prestar orientações. As visitas são realizadas pelo coordenador regional da FIEB, Antônio Luiz Sampaio Gomes, juntamente com representantes do SESI, SENAI e IEL, que também apresentam o portfólio de serviços do Sistema FIEB. “O sindicato precisa estar próximo, acompanhar e auxiliar as empresas em suas demandas”, ressalta o presidente do Simmefs, Luiz Kunrath.

Com 18 anos de fundação, o Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Estado do Espírito Santo (Sindiplast-ES) também apresentou algumas práticas de gestão que contribuíram para o seu fortalecimento. O presidente do sindicato, Gilmar Guanandy Régio, explicou que essas práticas foram adotadas a partir da construção do planejamento estratégico, que definiu missão, visão e valores, além dos objetivos a serem alcançados. “O planejamento estratégico é importante quando é executado e quando é acompanhado e suas ações são medidas, para verificar a eficácia”, destaca.

 

O presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Guanandy Régio, apresentou as boas praticas do sindicato.

Uma das práticas implementadas é a Rodada de Negócios, que aproxima o setor de plástico de outros segmentos industriais, como construção civil, metal-mecânico, moveleiro e alimentos e bebidas. Em 2016, esses encontros geraram para o setor cerca de R$15 milhões em negócios. Outra ação para promoção comercial é o Almoço de Negócios, realizado a cada três meses, que reúne empresários e representantes de instituições que têm relação com o setor produtivo, como instituições financeiras, além de parceiros como SESI, SENAI e IEL, com o objetivo de potencializar os negócios.

Gilmar Régio acredita que a adoção destas práticas contribuiu para atrair novas associadas, que passou de 20 para 65, no período de 2009 a 2017. “O sindicato promoveu ações que realmente geram algum resultado para as empresas associadas, seja do ponto de vista da potencialização de negócios ou da formação e qualificação de mão de obra”, pontuou.