A+ A-

Notícias

terça-feira, 11 de julho de 2017

Política Mineral da Bahia será lançada nesta quarta-feira

“A Construção de uma Política Mineral para a Bahia” será lançada nesta quarta, 12/07, às 8h30, no auditório da FIEB, em Salvador. Na ocasião o secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner, irá tratar  sobre o conjunto de ações e decisões do Governo para a promoção e desenvolvimento do setor mineral e daqueles que convivem com empreendimentos do tipo em seus territórios.
 
A Política Mineral da Bahia reunirá informações e estudos sobre a legislação mineral e ambiental, licenciamento de empreendimentos, tributação, financiamentos e alternativas para captação de recursos para empreendedores, infraestrutura, logística e os impactos  econômicos até 2035.  
 
“A Bahia é o quinto estado no ranking nacional de bens minerais, representando cerca de 4% da Produção Mineral Brasileira o que representa R$ 2,2 bilhões. O setor gera aproximadamente 16.500 postos de trabalho, dos quais 85% estão na região do semiárido, onde a oferta de emprego é mais escassa. Então promover uma política voltada para este setor vai ajudar a alavancar o segmento que possui ótimas perspectivas ainda para este ano.”, explicou Wagner. 
 
Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia, Ricardo Alban, a construção de uma política para o setor mineral é essencial para o desenvolvimento sustentável da atividade. Ele ressalta que, o investimento em infraestrutura e logística é um ponto-chave para a expansão da produção na Bahia. “A Política Estadual de Mineração 2035 (PEM 2035) deverá contemplar a renovação e a conservação das malhas ferroviária e rodoviária, já que os meios de escoamento da produção são, talvez, o principal desafio para a indústria mineral”, enfatizou. 
 
Para discutir o planejamento do setor, estarão presentes representantes de diversos municípios baianos e especialistas, tais como Walter Alvarenga, presidente do IBRAM (Instituto Brasileiro de Mineração); Ricardo Alban, presidente da FIEB; o geólogo Cid Chiodi Filho; Reinaldo Sampaio, superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE); Alexandre Brust, presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral. 
 
Fonte: Ascom SDE