A+ A-

Notícias

quinta-feira, 21 de março de 2013

Empresários têm até dia 26 de março para participar da 11ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios

Diretora-geral da ANP, Magda Chambriard, apresentou a 11ª Rodada de Licitações na FIEB.

Fotos: João Alvarez/Sistema FIEB.



A diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, esteve na FIEB, nesta quinta-feira (21), para apresentar a 11ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios, que acontecerá nos dias 14 e 15 de maio, com a oferta de 289 blocos distribuídos em 11 Bacias Sedimentares, duas delas na Bahia (Recôncavo e Tucano).



“O Brasil vive um excelente momento para a exploração de Petróleo e Gás e o setor Naval, e as licitações são uma oportunidade concreta para os empresários que pretendem explorar os blocos, mas também para os fornecedores de bens e serviços”, disse Magda. Ela lembrou, no entanto, que o prazo para as inscrições e submissão de documentos dos empresários interessados em participar da 11ª Rodada vai até o dia 26 de março. Os pacotes disponíveis estão disponíveis aqui.



Para o consultor da área de Petróleo e Gás, Carlos Eduardo Ferreira, que esteve no evento, houve pouca divulgação da realização da rodada e os prazos ficaram curtos. “Os empresários, que estavam desanimados e já não acreditavam que as licitações seriam retomadas, não conseguirão participar a tempo”, opinou.  



Porém, esta não será a única chance de participação. A 11ª Rodada - primeira a ser realizada desde 2008, quando o governo federal suspendeu o processo de concessão de blocos após as descobertas do pré-sal - será a primeira das três licitações previstas para este ano: a segunda, voltada para exploração de gás em terra, acontecerá nos dias 30 e 31 de outubro; e a terceira, a primeira rodada do pré-sal, será promovida em novembro.

 

 

Eduardo Rappel (segundo da esq. para a dir.) destacou a importância das licitações

para a economia baiana.



De acordo com o coordenador do Comitê de Petróleo e Gás da FIEB, Eduardo Rappel, as licitações representam um horizonte de desenvolvimento econômico e um potencial de geração de riquezas para a Bahia. “Especialmente na região da Bacia de Tucano, contemplada na 11ª Rodada, uma das mais pobres do estado e que, desde o ano passado, é castigada pela seca”, afirmou.  



O site da ANP (http://www.anp.gov.br/) traz outras informações sobre a 11ª Rodada.