A+ A-

Notícias

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Realizado na Bahia, Prêmio IEL de Estágio reconhece melhores práticas de 2019

_MG_2316.JPG

A Bahia sediou a 13ª edição da etapa nacional do Prêmio IEL de Estágio, nesta quarta-feira, 06.11. A solenidade, realizada na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), reconheceu as melhores práticas de gestão de estágio no Brasil. A edição 2019 do prêmio teve representantes de 12 estados brasileiros. Ao todo, 54 projetos foram selecionados para concorrer em sete categorias. Destes, 22 finalistas foram premiados, sendo que em uma das categorias houve dois destaques no segundo lugar.

Na categoria empresa, foram vencedoras a Oficina da Criança, de Rondônia (micro e pequena); o Sebrae de Roraima (média); a Sequoia Logística e Transportes, de São Paulo (grande) e o SESI de Roraima (Sistema Indústria). Entre os estagiários, a vencedora foi Brisa Ribeiro Pechincha, de São Paulo. Já o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte foi vencedor entre as instituições de ensino, nas duas subcategorias educação profissional e educação superior.

Na abertura do evento, o presidente da FIEB, Ricardo Alban, ressaltou a importância do Prêmio IEL de Estágio para o reconhecimento de boas práticas que possam servir de inspiração. “É uma forma de reconhecer o mérito, o trabalho e o esforço de todos os envolvidos com a prática de estágio. Vencer é muito bom, mas o mais importante é que os exemplos de todos vocês sirvam de motivação”, destacou.

Já o vice-presidente executivo da CNI e diretor geral do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Paulo Afonso Ferreira, destacou que a premiação também contribui ao incentivar estudantes a buscar o crescimento técnico e profissional e ao estimular a promoção de mudanças no processo ensino-aprendizagem nas instituições de ensino. “O estágio é importante para que os alunos coloquem em prática o conteúdo aprendido em sala de aula. Os estudantes precisam aproveitar essa oportunidade ao máximo para ver na prática como é a sua profissão. E o papel das instituições de ensino é fundamental para que a formação seja cada vez mais alinhada às necessidades do mercado”, pontuou.

Comemorando os 50 anos de atuação do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) na Bahia, o superintendente Evandro Mazo destacou a importância do estágio como ferramenta de desenvolvimento de carreira, especialmente no contexto das transformações digitais. “Além de ser uma oportunidade para exercitar as habilidades técnicas, é no estágio que o jovem vai desenvolver as habilidades sociais e comportamentais que tanto serão exigidas no futuro, no mundo da transformação digital”, comentou.

IMG_6827.JPG

Confira a lista dos premiados na 13ª edição do Prêmio IEL de Estágio – Etapa Nacional

 

CATEGORIA EMPRESA DESTAQUE MICRO E PEQUENA

1º LUGAR - OFICINA DA CRIANÇA (RONDÔNIA)

2º LUGAR - MG SERVIÇOS CONTÁBEIS (PERNAMBUCO) E START SCHOOL (RORAIMA)

3º LUGAR - SINELTEPAR (PARANÁ)

 

EMPRESA DESTAQUE MÉDIA

1º LUGAR - SEBRAE (RORAIMA)

2º LUGAR - CANDY POP (RIO GRANDE DO NORTE)

3º LUGAR - KORDSA BRASIL S/A (BAHIA)

 

EMPRESA DESTAQUE GRANDE

1º LUGAR - SEQUOIA LOGÍSTICA E TRANSPORTES (SÃO PAULO)

2º LUGAR - NORSK HYDRO DO BRASIL (PARÁ)

3º LUGAR - AKER SOLUTIONS DO BRASIL (PARANÁ)

 

EMPRESA DESTAQUE SISTEMA INDÚSTRIA

1º LUGAR – SESI (RORAIMA)

2º LUGAR - SENAI CTGAS-ER (RIO GRANDE DO NORTE)

3º LUGAR - INSTITUTO SENAI DE TECNOLOGIA EM ELETROMETALMECÂNICA (SENAI ISTEMM DO CEARÁ)

 

CATEGORIA ESTAGIÁRIO DESTAQUE

1º LUGAR - BRISA RIBEIRO PECHINCHA (SÃO PAULO)

2º LUGAR - RAUL CESAR DA SILVA COSTA (PERNAMBUCO)

3º LUGAR - ARTHUR HENRIQUE GOLTZ (PARANÁ)

 

INSTITUIÇÃO DE ENSINO DESTAQUE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

1º LUGAR - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE

2º LUGAR - ESAMAZTEC – CURSOS TÉCNICOS E PROFISSIONALIZANTES (PARÁ)

3º LUGAR - SENAI (PERNAMBUCO)

 

INSTITUIÇÃO DE ENSINO DESTAQUE EDUCAÇÃO SUPERIOR

1º LUGAR - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE

2º LUGAR - FACULDADE DE TECNOLOGIA TERMOMECÂNICA DE SÃO PAULO

3º LUGAR - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA (CAMPUS BOA VISTA)