A+ A-

Notícias

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Rodada promovida pelo IEL aproximou compradores e fornecedores locais



Uma rodada de negócios, realizada no dia 22 de agosto, na sede da FIEB, promoveu a aproximação comercial entre empresas vendedoras e compradoras, localizadas na Bahia. No evento foi utilizada a metodologia de Rodada Reversa, na qual 18 empresas fornecedoras apresentaram seus produtos e serviços, com duração média de 10 minutos, cada.

Os fornecedores foram, predominantemente, das áreas de manutenção industrial e elétrica. Todos participantes do Programa de Qualificação de Fornecedores, liderado pelo IEL, e do Projeto de Desenvolvimento de Fornecedores do Polo Industrial de Camaçari, fruto de uma parceria entre IEL, Sebrae e Cofic.

O evento contou, também, com a participação de 23 representantes de 13 empresas de grande porte, distribuídas em dois auditórios, para prestigiar e conhecer as 18 empresas fornecedoras. O volume de negócios gerados foi estimado em R$ 28 milhões.

ELOGIOS
Na avaliação de Vítor Santana, engenheiro de Manutenção da Monsanto, empresa compradora, “o evento proporcionou um networking muito forte entre clientes e fornecedores, abrindo portas para novos projetos. Em particular, saí muito motivado a contribuir com o desenvolvimento dos fornecedores locais. Acreditamos que esta iniciativa segue na direção certa para sermos cada vez mais competitivos.”
 
Para Danilo Costa, diretor da empresa fornecedora KR Indústria e Comércio, “a rodada foi um sucesso, bem organizada e formatada. Foi uma ótima oportunidade de apresentarmos nossa empresa para o mercado.”
 
Por sua vez, Calina Pedreira, diretora Operacional da Icatu Bahia, disse que “o projeto proposto pela FIEB de rodada de negociações é uma iniciativa excelente para todos os participantes, pois coloca frente a frente demanda e oferta. De um lado empresas dispostas a ouvir e contratar e, de outro, empresas de pequeno e médio portes, dispostas a prestar serviços e a vender para alavancar seus negócios.”

O diretor executivo da Assis Engenharia, Igor Assis, também elogiou a iniciativa. “Não é todo dia que temos os compradores das maiores indústrias da Bahia sentados em uma sala, disponíveis para ouvir o que a nossa empresa tem a oferecer.”

A rodada de negócios reversa proporcionou para ele, de forma prática e objetiva, o contato entre os fornecedores participantes do projeto metalmecânico e os compradores das indústrias do Polo Industrial de Camaçari. “No atual cenário econômico, em que as indústrias procuram por parceiros qualificados, o IEL e o Sebrae atuam com pioneirismo na aproximação entre as partes interessadas.”